Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ADSE: Forum dos Beneficiários - saudefp.pt

Fórum criado aquando das primeiras eleições (2017) à representação dos beneficiários no Conselho Geral da ADSE,IP, sob o lema "por uma ADSE Justa e Sustentada (Por José Pereira).

Fórum criado aquando das primeiras eleições (2017) à representação dos beneficiários no Conselho Geral da ADSE,IP, sob o lema "por uma ADSE Justa e Sustentada (Por José Pereira).

ADSE: Forum dos Beneficiários - saudefp.pt

01
Ago17

ADSE: APOIOS, PROPOSTAS E SUGESTÕES

ADSE Justa e Sustentada Fórum dos Beneficiários da ADSE (Admin. José Pereira)

ADSE_LOGO_Opinião dos Beneficiários.jpg

Este espaço é disponibilizado a todos os beneficiários para publicação de artigos, opiniões, sugestões e propostas relativas à temática da ADSE. 

Os artigos e comentários estão ordenados por ordem cronológica, aparecendo os mais antigos no início e os mais recentes no final da página,  isto de modo a apresentarem uma sequência da opinião, da leitura e dos respetivos cometários. Só os comentários anónimos é que serão alvo de aprovação, os restantes são publicados automaticamente e todos da exclusiva responsabilidade dos seus autores e comentadores.

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

 

Para ler os artidos de opinião e responder, entre aqui

 

3 mensagens

  • Sem imagem de perfil

    António Crisóstomo Teixeira 09.09.2017 14:33

    Gostaria de esclarecer que os elementos desta lista B, Uma ADSE Justa e Sustentada, através das associações que a apoiam - APRe! e A30 Julho - sempre manifestaram a sua preferência por candidaturas individuais dos titulares beneficiários.
    Mas o Governo decidiu decidiu outro modo, certamente por pressão das centrais sindicais.
    Agora, não é possível contestar a legitimidade dos sindicatos para disputar estas eleições, visando o reforço da sua presença no Conselho Geral e de Supervisão da ADSE. E muito menos a da nossa lista, apoiada por associações representativas da sociedade civil e com um currículo notável na defesa dos direitos sociais dos cidadãos, a continuar a sua luta no mesmo sentido.
    Só adeptos incondicionais da de uma dinâmica "social" atomizada e libertária se podem dedicar a fórmulas antagónicas, invocando pareceres e opiniões de entidades como o Tribunal de Contas (boas umas, más outras, como quando legalizou a famigerada contribuição dita de solidariedade sobre as pensões em pagamento.
    Naturalmente, por muito que isso pese a alguns, vivemos em democracia e qualquer um tem direito à liberdade de expressão e associação, tendo como único limite a liberdade dos outros.
    E algum respeito e consideração por quem se mobiliza por causas públicas, também não assentaria mal...
  • Sem imagem de perfil

    António Camacho Rosado da Fonseca 11.09.2017 18:52

    Exmos Senhores
    Não está em causa a dignidade das associações nem dos seus associados. O que está em causa é um escol - como intuído - de personalidades dedicadas não ter contestado / impugnado um diploma que distorce o princípio fundamental da ADSE; e que aceita constituir-se em "parceiro" para concorrer num processo "viciado" e fundamentado em Decreto-Lei - portanto, legal; o que não será o mesmo que legítimo! Pode ser lapso meu - que desculpareis - mas não li nenhuma contestação vossa ao "processo legislativo" e seu "formato" - cujo conhecimento me revelais agora. Foi falta de oportunidade ter deixado chegar tudo ao DR sem pública contestação do processo legalizador (não legitimador). E incita-se à participação num processo que, como informais, está inquinado desde o princípio. Diferente seria a denúncia deste e o apelo ao seu boicote ("manifestação grisalha", mutatis mutandis, é do vosso conhecimento, certamente). Não se trata de arrasar a democracia com atomicidade de actos; mas de reafirmar quem é o "soberano" constitucional. Em adenda: estranha-se mesmo que se fique em silêncio! (de passagem: qual a compatibilidade da "APRE!" se fazer representar e ter uma rede de convenções em flagrante concorrência com a ADSE; e o convénio com os Serviços Sociais da CML e demais parcerias quando nem isso faz parte do seu objecto social, e ter assento na estrutura de "comando" estratégico da ADSE nos termos da lista B?). É-me muito incomodativo este "diálogo" pois não estou a pôr em causa a honorabilidade de pessoas mas a falta de percepção das incongruências para que nos estamos a deixar arrastar por quem legifera. É lamentável que o vosso escol se não imponha e não denuncie. Não vale argumentar que o Governo não "cedeu" pois terá de ceder mediante a denúncia pública, por maioria de razão se o escol que formais o fizer pois não poderá argumentar -PUBLICAMENTE - perante a vossa mais avalizada opinião. Quanto ao Tribunal de Contas... não patrocínou, certamente, a confusão desta estrutura para uma entidade privada com tutela pública - e que tutelas!
    Haverá outros comentários meus, esparsos, sobre a temática: dou-os por "respondidos" por esta "adenda". Lamento o tempo que vos tiro com o meu "arrazoado"...mas há questões que me aborrecem e me entristecem, mormente o silêncio sobre o que importa!
    Nota: não estou filiado em partido algum; habituei-me a reflectir e nunca me aproximei de quem mais sabia do que eu com receio de não entender suas razões. Feitios. Mas não sou anarquista...Aproximei-me, preferencialmente, de quem fazia melhor - é outra aprendizagem.
    Com os meus respeitosos cumprimentos
    António Camacho Rosado da Fonseca
  • Responder aos comentários:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    Deixar mensagem

    Acompanhe-nos aqui

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D